quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Review | Opinião Literária # 10

Olá =)

Espero que estejam bem!

Hoje é dia de vos dar a minha opinião sobre um livro, o Na corda bamba da Joanne Harris, que para mim é dos melhores livros da autora.


SINOPSE

"Uma história de caça às bruxas, regicídio e frenesim religioso na França do século XVII...
Forçada pelas circunstâncias a procurar refúgio com a sua jovem filha na remota abadia de Saint Marie-de-la-Mer, a actriz Juliette reinventa-se como Sóror Auguste sob a tutela de uma bondosa abadessa. A pouco e pouco, Juliette adapta-se a tão grande mudança: ao colorido das viagens e constantes descobertas da sua vida de actriz seguem-se as novas exigências de uma existência em semi-clausura. Mas os tempos estão a mudar: o assassinato de Henrique IV transforma-se num catalisador para a sublevação em França, e a nomeação de uma nova abadessa, cuja ânsia pela Reforma não conhece limites, rapidamente destrói tudo aquilo que Juliette começara a amar na sua nova vida. Mas o pior está ainda para vir... A nova abadessa, Isabelle, é uma criança de onze anos, vinda de uma família nobre e corrupta, e faz-se acompanhar de um fantasma do passado de Juliette: disfarçado de clérigo, eis um homem que ela tem todas as razões para temer…
Tratando com subtileza um tema delicado - a religião como subterfúgio, como manobra de evasão face às dolorosas realidades da existência - Joanne Harris constrói uma história bem ao seu jeito, tocante e vívida, apaixonante desde a primeira página."

Esta é uma história de coragem, ingenuidade e mistério. A Juliette era uma actriz numa companhia de teatro ambulante até ao dia em que o seu companheiro/amor a trai e a deixa entregue à sua sorte. O tempo passa e ela acaba num convento com a sua filha. 
As cenas no convento são hilariantes, pois as irmãs apesar de viverem confinadas àquele espaço agem como se estivesse fora de lá tendo atitudes um tanto ou quanto fora do normal para quem resolveu devotar a sua vida a Deus. 
Quando a nova abadessa é nomeada e vai para o convento leva com ela um padre que é o antigo amor da Juliette, e ele continua a fazer da vida um jogo como antes. Podem imaginar o quão tensas as coisas vão ficar...
A história prende do início ao fim. Acontecem coisas que não são previsíveis, como por exemplo o fim! 
As personagens evoluem, apesar de algumas o fazerem num mau sentido mostrando o quão cruel o ser humano se pode tornar. Sem dúvida que o recomendo! Adorei a Juliette e o seu amor (que é uma personagem muito complexa), e acho que a autora fez um excelente trabalho neste livro!

Conheciam este livro? Já leram algum livro da autora?

4 comentários:

  1. Respostas
    1. Eu gosto bastante desta autora :) R

      Sorry por o teu comentário não aparecer, mas tive um pequeno problema técnico :(

      Beijinhos

      Eliminar
  2. Adoro esta autora, mas este livro ainda não li. Tenho de o arranjar :)

    Beijinho <3

    Lina Soares
    http://trintaporumalinhanoticias.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também adoro esta autora :)
      Eu tive sorte que o encontrei numa feira do livro!

      Beijinhos

      Eliminar