sábado, 23 de abril de 2016

Review | Opinião literária # 1

Olá  =)

Espero que estejam bem!

Eu jurei a mim mesma, que só havia de voltar a escrever quando tivesse a cabeça completamente organizada e, quando tivesse acabado de ler o livro Viver depois de ti (ou Me Before You, no original) da Jojo Moyes. Muita coisa aconteceu pelo meio, como por exemplo, o facto de eu já ter carta de condução :) O facto é que estou a fazer um esforço para regressar a sério, e a fazer posts com mais frequência... Ainda vou levar um tempinho a pôr em dia comentários e e-mails, e por isso peço-vos um pouquinho mais de paciência. 

Ora bem, vamos então ao que aqui me trouxe hoje: a review do livro! Preparem-se para um post muito longo, pois este livro é mais complexo do que à primeira vista possa parecer.

Para quem não sabe, ou não se lembra, tudo começou quando descobri o trailer do filme Me Before You...


(este é um trailer mais recente, e que mostra um pouco mais do filme...)

Após ter visto o trailer, eu descobri que o filme era baseado num livro com o mesmo nome. Ora, como fiquei interessada no filme pensei "tenho que ler o livro, antes do filme estrear". Corri livrarias, e nunca encontrei o livro. Deixei passar mais uns dias, e voltei a percorrer as livrarias (não se fosse dar o caso de o livro chegar às mesmas) sem sucesso. Conclusão: tive que o encomendar online.



Sinopse
"Lou Clark sabe muitas coisas. Sabe quantos passos deve dar entre a paragem do autocarro e a sua casa. Sabe que trabalha na casa de chá The Buttered Bun e sabe que não está apaixonada pelo namorado, Patrick. O que ela não sabe é que vai perder o emprego e que todas as suas certezas vão ser postas em causa.
Will Traynor sabe que o acidente de motociclo lhe tirou o desejo de viver. Sabe que agora tudo lhe parece triste e inútil e sabe como pôr fim a este sofrimento. O que não sabe é que Lou vai irromper na sua vida com toda a energia e vontade de viver. E nenhum deles sabe que as suas vidas vão mudar para sempre.
Em Viver depois de ti, Jojo Moyes aborda um tema difícil e controverso com sensibilidade e realismo, obrigando-nos a refletir sobre o direito à liberdade de escolha e as suas consequências."

Quando o livro chegou, agarrei-o e comecei a ler! Dias depois, acabei-o e, pela primeira vez em muito tempo quis reler um livro. Eu recomendo-o, porque é uma história complexa e ao mesmo tempo leve e envolvente. Se querem saber mais pormenores, continuem a ler. Se não querem ver spoilers, podem parar por aqui e dizer-me se o livro vos deixou curiosas ou não ;)

Spoiler alert!!!
Este é um livro em que, cada palavra tem que ser saboreada e sentida. É um livro do qual é impossível fazer review, sem introduzir informações mais concretas sobre o mesmo. Aliás, o próprio título é o spoiler maior de todos (daqui a pouco retorno a este assunto).

Em primeiro lugar devo confessar, que até este livro nunca tinha lido nada da autora o que só por si era motivo para me deixar curiosa. Apesar de eu não ser muito esquisita com as temáticas dos livros que leio, não é qualquer escrita (ou a tradução da mesma) que me cativa. Posso dizer que, com este livro fiquei fã da sra Jojo Moyes. A escrita é fluída, e os personagens são cativantes (principalmente a Louisa e o Will). Após estas breves considerações, vamos à história propriamente dita.

A Clark (uma mulher divertida, e um pouco acomodada à vida familiar que tem) fica desempregada, e após muitos empregos falhados acaba por ir a uma entrevista para ser cuidadora de um homem tetraplégico, o Will (um homem que era muito activo antes de sofrer um acidente que o atirou para uma cadeira de rodas, e que vive mal com a sua nova condição). A Clark acaba contratada pela mãe do Will. 
Ao início a relação entre eles não é das melhores (muito por culpa do Will), mas com o passar do tempo as coisas melhoram e tornam-se amigos. Contudo (e é aqui que começa a parte ainda mais complexa da história), a Lou descobre que o Will pretende ir para a Suíça para a Dignitas. Para quem não sabe, a Dignitas é uma associação procurada pelas pessoas que pretendem um suicídio assistido. Sim, leram bem! O Will pretende por fim à vida,e a todo o sofrimento que vive desde que ficou tetraplégico. Quando o descobre, como é óbvio, ela não reage bem mas depois toma como missão fazer com que o Will mude de ideias. Ela acaba por organizar muitos programas para o fazer mudar de ideias, e pelo meio cresce muito. Deixa de ser acomodada, ganha coragem para acabar o namoro (que diga-se de passagem, está decrépito), o que é bom porque sinceramente o Patrick (o namorado) é a personagem mais enfadonha do livro. Aliás, só me apetecia dar-lhe chapadas.
Se a Clark evolui, também o Will (que deixa de ser rezingão, e torna-se mais mole e fofinho) e a relação entre eles. Aliás, podemos mesmo dizer que eles se apaixonam. Após muitas aventuras, muitos momentos engraçados e cómicos que amenizam as dificuldades do Will resultantes da sua condição de deficiente físico por momentos, parece que a Lou venceu e conseguiu fazê-lo mudar de ideias. 
Quanto ao fim, e se a Lou conseguiu ou não fazer o Will mudar de ideias, deixo para vocês descobrirem. Pequena dica: pensem no título do livro! Ora, o título do livro em português, é só das piores escolhas de títulos feitas. Pronto! Falei! A sério, este título tirou-me do sério!
Em resumo: adorei o livro e recomendo! A história não é aquele típico romance, pois envolve assuntos muito mais complexos e sérios. É um livro para se saborear calmamente, para rir e chorar. As personagens são apaixonantes, principalmente os "heróis". Acima de tudo é um livro, que serve para acordar consciências quanto a dois principais assuntos: pessoas com deficiência física (bem como todas as dificuldades que têm que enfrentar diariamente) e o suicídio assistido. Tenho a dizer que a Jojo foi uma verdadeira mestre na forma como abordou estas temáticas, fazendo-nos ver os dois lados da moeda.

Então despertei-vos a curiosidade? Contem-me tudo ;)

8 comentários:

  1. Não conhecia, mas tenho andado muito preguiçosa para a leitura.

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Não conhecia! Obrigada pela partilha!
    beijinhos
    http://direitoporlinhastortas-id.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Passei a parte do spoiler alert porque fiquei mesmo mesmo interessada e ler o livro! A história parece bastante envolvente e eu adoro isso.

    Venus in FleursZara Giveaway

    ResponderEliminar
  4. Meh. Essa história parece um bocado chilé. Nao me despertou a curiosidade nem um bocadinho. Mas ainda bem que gostaste! É sempre bom encontrar algo que nos faz sentir quentes por dentro ;)
    Beijinho
    The-not-so-girlygirl.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) Que seria do amarelo se todos gostassem do verde, não é ;)? Sim, já à tempos que não lia algo que me aquecesse :)

      Beijinhos

      Eliminar