quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Book review # 1 | A Herança - John Grisham

Olá =)

Hoje resolvi trazer-vos uma review de um livro, que li nas minhas "férias" de Natal- A Herança de John Grisham.

Desde que aprendi a ler, que devoro livros! Aos 12 anos, já lia livros que muitos não consideravam ser para a minha idade. Aqueles blá blás do "és imatura", "não vais compreender". Felizmente, os meus pais não pensavam assim! Por isso, ler é também como respirar. É uma necessidade que tenho! Confesso-vos também que se há uma área da minha vida em que arrisque muito, essa área é a da literatura! Muitas vezes compro livros cujos autores nunca ouvi falar.
Se por um lado tenho esse impulso ao escolher os livros, não é menos verdade que por vezes os livros  parece que"me escolhem" a mim.
Eu leio conforme o meu estado de espírito, e se num dia posso ler um clássico no outro já estou a ler algo totalmente diferente!

Eu nunca tinha ouvido falar do John Grisham, nem dos livros dele. Nem tão pouco sabia que tinha visto um filme, baseado num dos livros dele. Até um belo dia! Um dia, em Dezembro, estava eu com o catálogo da Bertrand na mão, a escolher quais os livros da minha lista estavam com desconto... Isto para renovar a minha lista de livros, que ia deixar "esquecida" para o meu pai ver (perceberam  a lata aqui da je?) :p Nesse catálogo estavam muitos dos livros que eu queria, e alguns dos quais nunca tinha ouvido falar! Andava eu entretida até que vi este livro, e não me perguntem porquê (que nem eu sei) quis o livro. Não foi só a sinopse, foi algo mais!
No Natal recebi-o de oferta (a lista, deixada "esquecida" foi lida :p). No mesmo dia em que o recebi comecei-o a ler (que é como quem diz, na madrugada de dia 25 de Dezembro).

Vamos então à minha opinião!


O livro começa quando Seth Hubbard, que é um senhor rico e com uma idade avançada (e está a morrer com cancro nos pulmões) se suicida. Antes de morrer redigi um novo testamento em que deserda os filhos, e deixa a maior parte da sua fortuna à sua empregada negra- Lettie. O resto da fortuna deixa ao irmão e à igreja.
A história do livro decorre na década de 80, numa América (EUA) que ainda lida com muitas tensões raciais. 
Seth deixa tudo feito de maneira a que Jake Brigance, seja o advogado que guardará a sua herança. A verdade é que eles nunca se conheceram mas, Jake já foi advogado num caso em que as questões raciais vieram à tona (história de um outro livro- Tempo de Matar- cujo filme vi à uns aninhos) e ganhou esse caso.Por isso Seth confiou nele para lutar pelo seu testamento.
Com o testamento muitas questões são levantadas, não só pelos filhos mas também pela restante população da zona. Muitos chegam a especular que a Lettie era amante do patrão, facto que excluímos ao conhecer melhor a Lettie

Eu tenho a dizer-vos que adorei o que o Seth fez, muito antes de saber o motivo (depois de saber o motivo, coloquei o senhor num pedestal).
Os dois filhos não queriam saber dele, mas ao saberem da sua morte vieram a correr como abutres à espera da sua parte da herança. Imaginem o choque deles ao saberem que não tinham direito a nada.  Foi lindo! Nesse momento começa a "guerra"! Os filhos contratam advogados para contestar o testamento, os netos também contratam advogados para o mesmo fim e o caso vai a julgamento. Só que o julgamento é com júri!
Pelo meio o marido da Lettie, que só quer o dinheiro que ela poderá receber, mete-se numas confusões que só fazem com que ela fique mal vista pela população. Isto perante o júri só servirá para a descredibilizar.

A história passa a voar, e prende do início ao fim. Quando soube o motivo pelo qual o Seth deixou a maioria do seu dinheiro à Lettie coloquei o senhor num pedestal, pela sua vontade de fazer justiça.
Como não quero ser desmancha prazeres não vos vou contar qual o motivo que esteve por detrás do testamento, nem se a Lettie fica mesmo com a herança xD

Sem dúvida que foi um livro que valeu a pena ler, e graças a ele quero ler mais obras deste autor :)

Classificação: 4.5/5

Conheciam o livro? Já leram outros livros deste autor? 

2 comentários:

  1. hmmm eu tamnbem não conhecia... verdade seja dita tambem não faz o meu estilo =P

    bem, as melhoras tambem para ti então! e quanto à esponja... vou ver se cravo uma algures e depois testo no youtube xD

    xoxo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico contente por não ser a única, que não conhecia o senhor :p

      Obrigada! Fico à espera desse video;)

      Beijinhos

      Eliminar