quarta-feira, 6 de março de 2013

Adoro tanto

mas mesmo tanto, aquelas pessoas que padecem de uma doença chamada "dor de cotovelo", vulgarmente designada inveja. Naturalmente que isso acaba por incluir gostar de ver os outros mal, porque afinal só esses "queridos" e "queridas" é que têm direito a ter as coisas boas. No fim de contas, eles é que sabem tudo e são sempre muito bons.

Como é óbvio estou a ser irónica e, sei que muitas de vocês partilham da minha "adoração". 
Sinceramente, acho que as pessoas se esquecem que quando desejamos o mal dos outros isso nunca nos traz nenhum bem... Mas, como disse uma vez a tia de uma grande amiga minha "desejo aos outros o triplo do que eles me desejam a mim! Se eles me desejarem mal, eu não tenho culpa disso. Eles é que deviam ser melhores pessoas!".

E desculpem o desabafo, mas isto tinha que dizer...Afinal, todas nós já passámos pelas tentativas de outrém de nos deitar abaixo só pelo simples prazer de nos ver desanimar.

4 comentários:

  1. Obrigada pelo conselho,querida =) Sem dúvida que é o melhor a fazer;)

    ResponderEliminar
  2. sabes, a mim estes desabafos incomodam-me sempre um pouco, porque nao gosto de falar seriamente de coisas que nao tenho a certeza se me podem ou nao apontar a mim...eu nao gosto de desejar mal aos outros sobretudo por inveja, e obviamente nao gostava que mo fizessem a mim, mas enquanto os meus telhados nao estiverem 100% cobertos...

    xoxo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ;) Compreendo o que queres dizer...Só que neste caso em concreto, já não é a primeira vez que algo deste género sucede com as mesmas pessoas...É que se eu ainda fosse alguém que pudesse suscitar tais sentimentos ou tivesse a vida perfeita, epá até compreendia certas atitudes. Não estou a dizer que sou uma santa mas, em relação a certos aspectos, sou como o outro "o tempo desempenha o seu papel". Não desejo mal aos outros porque, sinceramente acho isso das piores coisas que podem haver mas, também não sou falsa e finjo que está tudo bem. Toda a gente já foi vítima de inveja por parte de outrem mas, desejarem-lhe mal isso ai já dói. E já o senti na pele muitas vezes sem nada ter feito para tal. Percebes o que quero dizer?

      Eliminar